MC Lolitta fala sobre bastidores das lives e como é dividir o espaço com garotas de programa

Idade: 22 anos

Cidade: Rio de Janeiro

Signo: Escorpião

Instagram: @Mc.Lolitta, @Boteco.Da.Loli

Tik Tok: @Mc.Lolitta

Spotify: Mc Lolitta

YouTube: MC Lolitta

4ipVVbBf2zFz2wNVeYRXXeUeuNVmFYWzCTCZKxyJ8eOYa JfAg9GPij9abFUfPt 1

Quem é MC Lolitta?

Então, minha carreira tem 2 anos e meio, mais ou menos. Eu sempre gostei muito de dança, de funk. Eu até dançava na igreja, fazia coreografia. Então assim, sempre tive um envolvimento muito grande com a música, aí juntei tudo e surgiu a MC Lolitta, que é um sonho que se realiza a cada dia.

Lolitta, não pudemos deixar de notar que você tem fotos com a MC Mirella. Como foi essa interação?

Sempre gostei muito do jeito dela, sempre me identifiquei muito. Conheci ela através do backvocal dela, o Calleghario. Eu conhecia ele antes, a gente conversava ,ficamos amigos pra caramba. Quando eles vieram pro Rio fazer o clip com a Pocahontas, ele falou “pô, ‘tô aqui, vem pra cá”. Eu fui, conheci ela… nossa, aí me apaixonei de vez por ela. 

Aí em outro momento, fui pra São Paulo fazer um desfile em uma loja maravilhosa, da Nathalia Freitas – uma boutique linda. E a MC Mirella estava nesse desfile também. Foi muito legal, a gente bateu um papo. Enfim, eu gosto muito dela, a gente é muito igual, muito parecida, isso é muito legal. Aí ela acabou me convidando aquele dia mesmo pra ir pra comemoração dela de 6 milhões, e depois eu fiquei pro aniversário do Dinho, que era no outro dia.  Então juntou uma coisa atrás da outra, a amizade foi rolando… Enfim, é isso!

E quando você começou a fazer sucesso no Instagram?

No Instagram, sempre trabalhei muito ele. Tenho 8 músicas gravadas, e a maioria tudo em São Paulo. A maior parte dos meus seguidores são Paulistas, pelo fato de eu ter ido fazer essas músicas em São Paulo, minhas amizades em maior parte são de São Paulo, a própria Mirella… Esse boom todo é mais pela questão de estar sempre trabalhando em São Paulo.

Em relação ao YouTube, me arrependo amargamente de não ter trabalhado nele antes, estou começando a trabalhar isso agora. Sempre fui muito focada no meu Instagram. Você deve ter percebido que agora que os inscritos estão subindo no YouTube, pois eu tenho postado vídeos. Minha idéia é estar postando 2 ou 3 por semana, mas enfim, estou começando a trabalhar nele agora.

Lolitta, como foi sua primeira live?

Tem uns 30 dias que eu comecei fazer, e eu estava com 177k seguidores. Minha primeira live foi com a minha amiga DJ Moana, que também é de São Paulo. Minha crush ela, maravilhosa. Amo muito!

Foi super tranquilo. Pra mim, eu estava dançando para o telefone, nunca tinha parado pra pensar que estava dançando pro Brasil inteiro. Foi de boa porque foi com a Moana, minha amiga. Ela é um amor, então foi muito bom mesmo.

Eu entendo que tanto pra mim quanto pros outros está sendo uma novidade. Já entendi que está sendo um trabalho, tanto pra mim quanto para quem está fazendo a live. E o mais interessante é que eu gosto, estou gostando de fazer. É uma coisa que eu me identifico, então tá perfeito!

Quais stress que rolam nas lives que ninguém fica sabendo?

Como eu falei antes, as lives pra mim são como um trabalho. As pessoas que estão fazendo as lives deveriam ter mais organização quanto ao horário. Ao combinar um horário com a pessoa que vai entrar, manter o horário. As vezes passa mais de 1h ou 2h que a pessoa fica ali esperando pra entrar na live. 

Não é uma brincadeira, a pessoa se organizou toda para estar alí naquele horário, e de repente não rola naquele horário, ou entra alguém na frente. Meu desabafo é esse: de ter mais organização com as meninas que participam da live.

E como tem sido a reação do público sobre sua participação nas lives?

Também gostaria de desabafar sobre as pessoas que estão ali assistindo as lives. As pessoas entram ali com o objetivo de ver sensualidade, o que a gente passa pra elas, que é o nosso trabalho. Só que alguns não entendem isso, e interpretam de um jeito feio, escroto. As vezes eu mesma, quando estou esperando pra fazer a live, nem olho as mensagens que eles mandam. É muito feio, chega a doer. São umas frases muito escrotas. Acho que eles deveriam ter mais respeito, mas eles não conseguem ver como um trabalho. 

A menina que estiver se expondo tem que ter  auto-estima muito alta para lidar com isso. Elas gostam do corpo delas, tirando o short ou não, ficando sem roupa ou não, não importa. Elas estão ali porque elas gostam do que estão fazendo. Se o público tivesse um pouco mais de respeito quanto à isso, seria muito legal.

Hoje, muitas garotas de programa também estão presentes nas lives. Qual sua opinião?

Não vejo nada contra. Sou evangélica, mas não frequento nenhuma igreja. O preconceito é a primeira coisa que você aprende em uma igreja, entende? Eu não vejo nenhum problema quanto essas meninas. É o trabalho delas, elas sustentam filhos com esse trabalho, como poderia ser com qualquer outro trabalho . Elas merecem o mesmo respeito. 

Tem muitas mulheres ai de terninho que tem uma vida totalmente duvidosa. Eu digo isso porque já passei essa experiência várias vezes. O que adianta a mulher usar a saia até o pé, e ficar cuidando da vida dos outros, falar mal da vida dos outros? Passei por muita situação assim, já sendo a cantora, já sendo quem eu sou.  Isso me deixou muito triste, muito triste mesmo. Porque Jesus ensina que você não deve julgar ninguém.

Quem somos nós pra julgar alguém, entende? Então, isso me deixou muito triste mesmo. Eu vejo que a culpa não é da igreja, são das pessoas que estão dentro dela. Roupa não salva ninguém, amigo. Quando Deus fez Adão e Eva eles não tinham nem roupa.

Lolitta, quais são seus planos daqui pra frente?

A questão das lives, eu entendo que vai diminuir um pouco. A medida que for voltando a rotina após a quarentena, vai dar uma diminuída sim. Na minha questão profissional, quero muitos clipes e músicas novas. Tenho bastante músicas aqui prontas, só esperando pra fazer. Claro que 

a questão financeira conta muito, porque se dependesse de mim eu já teria feito um monte de projetos. Se não dependesse disso, eu já estaria bem lá na frente.

E quem é a MC Lolitta no pessoal, fora do Instagram?

Um ano atrás, eu te responderia que meu hobby era sair pra dançar. Mas de um ano pra cá, eu só estudo e ensaio. Faço coreografias de dança, e quando dá, eu vou malhar, porque eu amo academia. A minha vida hoje tem sido essa: fazendo coreografia, estudando, fazendo curso de canto para me especializar mais ainda.

Em poucas palavras:

Nome verdadeiro: Lúci

Principais MCs que usa como referência: Anitta, MC Rebecca, MC Mirella

Um filme ou seriado: Thor – Ragnarok

Sua tatuagem preferida: Flor no bumbum 

O óculos, é de grau mesmo, ou é só charme? Sim, o óculos é de grau

A MC Mirella beija bem? É um sonho, nem te conto (risos)

Boteco da Loli, todo dia a partir das 23h

Como sugere o nome, o Boteco da Loli, que rola todos os dias das 23h até a meia noite, tem o objetivo de passar aquela energia de você indo para um barzinho com a galera para dar aquela esquentada, com muito funk e calor. 

Diferente das lives proibidonas, o Boteco da Loli recebe convidados que querem falar sobre seus trabalhos, como MCs e dançarinas. Você também vai conferir a Lolitta e seus convidados cantando e dançando, de forma sensual, mas sem nudez.

A idéia é promover o funk em um formato descontraído e diferente, com muitas atividades e um papo mais cabeça. Claro que de vez enquando pode rolar um pagode ou sertanejo também, já que a idéia é a inclusão de todos.

Corre lá no Instagram da MC Lolitta e siga a conta do Boteco da Loli para não perder a programação.

Live Hot, com MC Lolitta

Depois do Boteco da Loli, vamos para a Live Hot, que começa meia noite e vai até 1h da manhã. Na Live Hot, as coisas começam a pegar fogo, com muita sensualidade. As meninas podem ficar bem mais à vontade, se é que você me entende.

Lolitta e Teran, produtor de Lolitta, notaram que o público das lives começou a reagir de forma muito positiva em lives apresentadas por mulheres. Não só as garotas ficam mais soltinhas com a presença de Lolitta, mas o espectador também recebe sensualidade em dose dupla!

Não tinha ideia que as pessoas abraçariam tanto esta idéia, me enviando mensagens dizendo que estão viciados e que contam as horas para que a live comece. As convidadas dizem se sentir mais à vontade. Fico feliz em saber que estou contribuindo para a alegria da galera e auto-estima das meninas. Ainda por cima, elas se divertem fazendo o que gostam, mostrando um pouco do seu trabalho. MC Lolitta

Compartilhe esse post:

Artigos relacionados:

Yasmin Mineira fala sobre seu pedido de casamento, depressão e os segredos das gravações pornô
Sofia Dantas fala sobre passado rebelde e o fetiche mais estranho que realizou: “Bizarro”
Descubra quem é o Mister Love (@lovesafadas): Sim, ele é da putaria e viciado em sexo!
Conheça a Rangel Carlos, a acompanhante de luxo mais cativante do Brasil
Pedro Albuquerque
Pedro Albuquerque
Fundador do Paradise Girl e consumidor do mercado de garotas de programa a mais de 5 anos. Entrou nesta vida em São Paulo, nas melhores boates e sites do Brasil, e teve experiências no Rio de Janeiro, Campinas, Florianópolis e até mesmo em Santiago, no Chile. Estudou engenharia na UFSC, trabalhou em consultoria de negócios e agora se dedica ao empreendedorismo!

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *