Yasmin Mineira fala sobre seu pedido de casamento, depressão e os segredos das gravações pornô

Idade: 23 anos

Cidade de residência:  Rio de Janeiro

Twitter: @MineiraY

Instagram: @luiza_carvalho0

Xvideos: @yasmin_mineira

Paradise Girl: @Yasmin-Mineira

Hoje vamos entrevistar ela, que é atriz porno acompanhante. Yasmin Mineira conquistou o coração dos cariocas por seu jeito sincero e carinhoso de ser. Hoje vamos falar sobre coisas boas, e outras nem tanto. 

Confira!

cmQcfq4lrmrb2zmMA4GNuPpGTRMw0qd4 9a3LnELIo 0NHLHyMTwu1df5i56BB0EC95w 1

Seu nome de trabalho é Yasmin Mineira, porém no seu Instagram está como Luiza Carvalho… é seu nome verdadeiro?

Esse nome é verdadeiro. Nos últimos 3 anos, eu tive muitos problemas com o Instagram em relação à exclusão dos meus perfis profissionais, ou seja, com meu nome profissional. 

Tive muita resistência em expor meu nome, mas já que todo mundo sabe mesmo (risos) não hesitei em divulgar dessa forma.

Encontramos uma foto que você está dando reportagem à RedeTV. Que entrevista foi essa? 

Claro! Essa entrevista aconteceu em uma ocasião que eu estava com grande notoriedade no Twitter. Eu fui convidada pela RedeTV para opinar sobre a divergência ou convergência entre sugar baby e acompanhante.

Yasmin, apesar de na época você ter dado entrevista como garota de programa, notamos que você não revela que faz programas mas suas redes sociais. Porque?

Não sei se sabem, mas no ano passado eu perdi uma conta com mais de 150 mil seguidores no Twitter. 

Eu até recebi instruções de uma amiga, a Brenda Paes, que infelizmente faleceu nesse ano, que se houvesse anúncio de serviços sexuais explícito no Twitter, eles suspenderiam a minha conta. 

Portanto, eu tirei da bio essa informação, mas quando posto vídeo com cliente, eu deixo claro que é com cliente.

Sentimos muito pela Brenda. Assim como ela, você já passou por depressão na profissão? 

Essa é uma pergunta complexa, pois envolve um mix de sensações. Eu vou falar por mim, talvez outras garotas se identifiquem. 

É muito difícil ter que lidar com todos os sentimentos de cada pessoa que a gente encontra. Às vezes a pessoa tá triste porque terminou uma relação, perdeu um emprego, um ente querido, está se sentindo sozinho. Às vezes as pessoas estão se drogando com coisas pesadas. Essas sensações são passadas pra mim, ou seja, uma energia bem pesada. 

Além disso, é normal ter que lidar com a solidão, a gente diz que não fica triste, mas é muito ruim ficar sozinha, sem amigos pelo pré julgamento das pessoas que não se aproximam de ti por causa da profissão, é muito difícil também ter uma amizade dentro dessa profissão, não da minha parte, mas é uma competitividade inconsciente entre as garotas. Além disso tudo, teve uma vez que eu estava sendo perseguida, o cara me ligava, me falava todos os lugares que eu tinha frequentado, tirava fotos de mim pelas costas. 

Enfim, tudo isso se acumulou e fez com que eu desenvolvesse ansiedade e pânico, eu sempre tenho crises na rua. Eu já fiz tratamento psiquiátrico, mas não era minha praia sabe? Eu ficava me sentindo muito tonta com os remédios. 

Eu quero fazer yoga, quero andar de bike, malhar, ter amigos, vida social… mas ao mesmo tempo eu me sinto presa dentro de mim. Sei que um dia vou me libertar com as terapias, mas é um processo.

Nossa, to sem palavras aqui. Preciso de um minuto pra digerir tudo isso.

No geral, as pessoas nos procuram para distrair suas tristezas, suas insatisfações. 

Primeira vez que me abro assim. 

To até chorando aqui.

É primeira vez que eu recebo uma resposta tão pesada assim. Peço até desculpas caso tenha te causado algum mal estar.

Nada.

Isso vai ser super importante para outras pessoas.

Maioria das meninas tem depressão.

Sim, verdade. Acho que tem um valor social muito grande você se abrindo assim, muito obrigado. 

(pausa para tomar um ar)

E além da psiquiatria, que acabou não funcionando tão bem, que atividades você faz pra encontrar o equilíbrio mental.

Não vou generalizar que é sempre sentimento ruim. Eu gosto de trabalhar com sexo, claro. Tem a vertente boa, pessoas legais com ótimo astral. Quando tenho momentos com esse tipo de pessoa, eu me sinto muito feliz. 

No geral, em momentos de distração, eu gosto de ler, de ir ao shopping, nem que seja pra tomar uma casquinha (risos), andar de bike na praia, tomando um vento fresco. Também gosto de viajar para casa da minha família, me sinto muito bem com a simplicidade, casa cheia.

E que dicas você tem pra garotas que possam estar passando por situações de depressão ou ansiedade e pânico?

O ideal é procurar dentro de si coisas que te fazem feliz, pois a depressão nada mais é que a insuficiência dos seus hormônios do prazer, bem estar, alegria. Também não é legal dar a vida e a alma para ser alguém ou algo inalcançável, pois o insucesso causa uma frustração terrível. É claro que temos que ter uma inspiração para realizar nossos sonhos, mas também precisamos saber entender quando não podemos, há um limite. 

Eu não vou diminuir a importância do psiquiatra, pois o que pode ser ruim pra mim, pode ser ótimo para outra pessoa. Eu indico muito a realização de terapias, de exercícios físicos (naturalmente liberam hormônios de bem estar) e também praticar atividade cerebral por meio de leituras.

Yasmin, você também tem diversos vídeos pornô na internet. Isso tem algum impacto negativo na sua vida? 

Até que não. 

Meus seguidores e espectadores tem um grande carinho por mim. Raramente aparece uma pessoa que manda mensagem de ódio pra mim. Entretanto esse tipo de aparição tem grande repercussão na minha vida pessoal, sendo positivas como a quantidade de trabalhos, o web carinho das pessoas, e as negativas. 

Como já disse, a situação mais constrangedora sem dúvidas foi quando minha afilhada precisou mudar de escola por causa das práticas de bullying contra ela.

Nossa, que desagradável. E você pode contar pra gente um pouco mais dos bastidores do pornô brasileiro?

Tudo bem que os filmes transmitem a imagem dos atores como viris e incansáveis, mas ninguém conta sobre os bastidores. Já gravei com atores muito experientes e que na hora ficaram nervosos e tiveram dificuldade em obter ereção, também já teve ator que gozou em poucos minutos. 

Não é o “super-homem” que é passado nos vídeos, as vezes isso deixa alguns homens que me encontram para programas com uma sensação de dever não cumprido, até mesmo de frustração, mas na verdade não é assim. 

Vou até me atrever mais um pouco e confessar que já vi alguns fazendo uso de remédios, o que não é nada saudável. Esses tipos de remédios podem causar uma dependência muito grande.

Quando você diz remédios, estamos falando apenas de viagra, ou existe alguma outra medicação?

Eu já vi usarem sublingual e até mesmo aplicação de injeção. Gente, isso é super problemático.

Uma outra curiosidade é sobre o set de filmagens. Eu já gravei onde só tinha eu, o ator e o câmera. Já gravei onde tinha eu, ator, câmera, luz e microfone. Quando eu comecei eu ficava um pouco envergonhada quando tinham mais pessoas, mas acabei me acostumando.

E o que dá mais dinheiro hoje: programa ou filme pornô?

Programa é mais rentável, sem dúvidas. Com a chegada da internet, o cachê pago para atrizes não é lá grandes coisas, bem pouco atrativo por sinal e quem contrariar isso está mentindo.

Os filmes são usados mais como instrumento de divulgação das atrizes.

É verdade que a atriz é obrigada a fazer certas atividades? 

Não, a atriz não é obrigada a fazer nada que ela não queira. Eu por exemplo, não faço filme lésbico e sempre deixo isso claro para meus contratantes.  Existe um contrato, uma seriedade, existem valores para cada ação.

O tamanho é importante para você? 

Eu parei de me preocupar com isso, não vou ser hipócrita em dizer que eu não gosto de um pênis grande, pois eu gosto sim! 

Entretanto, existem pessoas que tem um instrumento bem avantajado e não sabe usá-lo, ou seja, acha que só isso basta. Eu já saí com pessoas que tem mastros razoáveis ou até mesmo pequenos que me fizeram gozar com a penetração, seja pelo jeito de colocar, a movimentação, coisa que eu nunca imaginaria que aconteceria.

Yasmin, você já se apaixonou por algum cliente? 

É contra a ética profissional desse ramo né? Haha, mas eu já me apaixonei sim! É inevitável, às vezes me aparece pessoas que fazem totalmente meu estilo, homens inteligentes, engraçados. Nossa, às vezes bate tudinho mesmo, mas eu nunca confessei que gostei. 

E algum cliente já se apaixonou por você?

Em relação a se apaixonarem por mim, direto acontece umas confissões, mas eu não acredito, penso que pode ser no intuito de rolar o “free”, e desta forma eu me blindo. Mas teve uma vez em especial que eu não estava acreditando de jeito nenhum, daí o cara me fez uma grande surpresa. Ele perguntou o que era meu maior sonho e eu disse que era ir pra Paris conhecer a Torre Eiffel. Você acredita que ele me levou? (risos)

Quando chegou lá em cima, ele me pediu em casamento. Foi a situação mais romântica que me aconteceu, mas ele tinha acabado de perder a esposa, ela tinha falecido e eu tinha consciência que ele queria preencher o espaço vazio deixado por ela. Eu não fui covarde, expliquei com todo o cuidado do mundo e da melhor forma que naquela situação não seria bom para nós e ele super entendeu. Entretanto, foi muito legal curtir esse momento com ele.

E pra finalizar:  muitas mulheres estão sempre em busca do corpo perfeito. Olhando suas fotos, me parece que seu corpo é natural. Você já fez intervenções cirúrgicas? 

Já sim! Mulher né? (risos)

Eu amo cirurgia plástica e pretendo seguir nessa área futuramente. Eu tenho prótese de mama e recentemente implantei prótese no glúteo e fiz uma lipoaspiração. Mas busco sempre um profissional que traga um resultado com naturalidade. Eu não acho que meu corpo seja feio, mas eu sempre acho que pode ficar melhor.

Em poucas palavras…

Um hobbie: cozinhar 

Um Livro: 1984 de George Orwell 

Uma Música: The Scientist- Coldplay 

Um Filme: Como Eu Era Antes de Você 

Uma série: Vikings e Game of Thrones
Um Ídolo: John Locke

Confira o anúncio de Yasmin Mineira no Paradise Girl!

Compartilhe esse post:

Artigos relacionados:

Conheça a Rangel Carlos, a acompanhante de luxo mais cativante do Brasil
Lina Nakamura fala que espera clientes com plug anal e adorou fazer gangbang com 3 homens: “É um tesão que nem sei explicar”
Lunna LeBlanc fala sobre empoderamento feminino e revela que já sentiu tesão ficando com mulheres
Descubra quem é o Mister Love (@lovesafadas): Sim, ele é da putaria e viciado em sexo!
Pedro Albuquerque
Pedro Albuquerque
Fundador do Paradise Girl e consumidor do mercado de garotas de programa a mais de 5 anos. Entrou nesta vida em São Paulo, nas melhores boates e sites do Brasil, e teve experiências no Rio de Janeiro, Campinas, Florianópolis e até mesmo em Santiago, no Chile. Estudou engenharia na UFSC, trabalhou em consultoria de negócios e agora se dedica ao empreendedorismo!

2 respostas para “Yasmin Mineira fala sobre seu pedido de casamento, depressão e os segredos das gravações pornô”

  1. Scorza disse:

    Acho interessante , saber um pouco pouco por trás da vida dessas moças, o que acho de melhor é que o que elas falam passa muita confiança

  2. AMARILDO disse:

    GOSTEI, VERDADEIRA, SINCERA ADORO ACOMPANHAR O DIA A DIA DELA UMA MISTURA DE MULHER COM UMA PITADA DE ADOLESCENTE!

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *