Passo-a-passo de como chegar em mulheres no bar ou balada em 2020

Você que anda precisando daquela mãozinha para chegar na mulherada, montamos um guia completo que vai desde o que fazer antes da balada, até o passo-a-passo de chegar na mulher e diminuir suas chances de levar um fora. 

Sem dúvidas, suas próximas investidas nas baladas da vida serão bem mais proveitosas!

Nossos tópicos de hoje são os seguintes:

  1. Como lidar com timidez
  2. Vá bem arrumado e perfumado
  3. Tem dinheiro sobrando? Gaste!
  4. Estratégias para pegar mulher
  5. O que falar pra gata
  6. O que não fazer na balada

Vamos começar, guerreiro?

Lidando com a timidez

Entenda que você não é o centro das atenções

Chegou na garota e tomou um toco? Parte para a próxima, campeão! A balada com certeza está cheia de outras mulheres interessantes. É só erguer a cabeça e entender de uma vez por todas que você não é o centro das atenções. Ninguém vai estar te olhando e julgando quando uma mulher simplesmente fizer sinal de negativo com a cabeça. As pessoas estão ocupadas em seus próprios mundos!

Levar fora faz parte do processo

Isso mesmo. Pense como uma entrevista de emprego… nas primeiras entrevistas, você provavelmente não vai mandar muito bem. Mas com o tempo vai adquirindo experiência, melhorando seu game, até o ponto que você vai ter uma técnica própria para ser bem sucedido.

Se você acha que logo nas primeiras tentativas vai ser bem sucedido e nunca vai levar um fora, sinto-lhe dizer, mas suas expectativas estão equivocadas.

O jogo do “fora”

Eu lembro no início, quando me sentia pouco confiante em chegar nas mulheres, eu apostava uma cerveja com meu amigo de quem levaria mais foras aquela noite. E todo fora que alguém levasse, nós dávamos risada e celebrávamos. 

Quando você transforma o ato de levar o fora em uma brincadeira boba entre amigos, a pressão sobre aquele momento diminui bastante. Você se diverte no processo, e ainda vai sentir que não está sozinho no momento, pois seus amigos estarão no mesmo barco. Experimente!

Vá bem arrumado e perfumado, afinal, balada é aparência

s8nE3 1g5RPlhPG3kdCaVhcwH SYtwNjVXUKW2FkocOSJci0MB e39djQVWcFfi1jzLGCrCbtdTgnIqMivrXsebtW s3qBTqySzcG54gg r41Kxqi6CrX8MPRaeKQF01m jh 4I 1

No meio da balada não vai dar tempo de bater o maior papo do mundo, mostrar o quão inteligente você é ou afinidade com base em gostos parecidos (pelo menos o suficiente para um vínculo), até porque a música estará alta. O esquema é: olhou, flertou, no máximo poucas palavras e ação!

Cuide da aparência

Malhar não é obrigação, porém, ajuda bastante! Não precisa virar um blogueiro fitness, porém, não custa nada alargar esses ombros e diminuir o bucho. Para os mais preguiçosos, sempre tem a opção de malhar peito e braços pra dar aquela inchada antes de ir pra pista.

Outra coisa importante é dar um tapa no cabelo e barba, pois isso não vai só elevar sua confiança, mas vai passar a imagem de que você não é desleixado, e nenhuma mulher gosta daquele cara com aspecto meio bagunçado.

Cuide da higiene

Tome banho (óbvio), passe aquele bom perfume e não se esqueça de caprichar no hálito. Essas questões primordiais e detalhes como cortar o cabelo, ajeitar a barba e vestir uma boa roupa, não só colaboram esteticamente, como também na sua confiança para chegar na mulherada.

Trabalhe sua imagem corporal

Mostre que você está confortável com a situação de estar em meio a tantas pessoas. Como? Mantendo uma postura confiante, ereto, cabeça erguida e sorridente.

Tem dinheiro sobrando? Gaste! Se não tem, gaste de maneira inteligente

Essa dica depende muito do lugar. Na grande maioria dos lugares, as mulheres enxergam homens que aparentam ter dinheiro como melhores candidatos. Mas se você estiver indo em um bar mais alternativo, como por exemplo na Vila Madalena em São Paulo, muito provavelmente as mulheres não ligam para a sua carteira.

O rei do camarote

Não sejamos hipócritas: se você tem uma boa condição financeira e está ali simplesmente para pegar mulheres, não se importando em ficar rodeado de interesseiras, invista na sua mesa. Coloque uma boa garrafa de whisky ou vodka, energéticos ou quem sabe até uma bela champagne piscando.

O plebeu malandro

Caso você esteja com a grana curta, deixa só eu te contar uma má notícia: a mulher percebe um homem com um copo de bebida na mão como mais confiante do que outro sem nada. Sendo assim, compre pelo menos uma cerveja, e se tiver no aperto, tome ela o mais devagar possível, haha. O importante é não estar de mãos abanando!

Estratégias para pegar mulher

Observe os sinais de interesse

As mulheres emitem diversos sinais de interesse quando estão afim de um cara, seja propositalmente ou até mesmo sem perceber: olhares indiscretos, sorrisinhos de canto de boca e por aí vai. Então mantenha sempre as suas antenas preparadas para captar os mínimos detalhes.

Obviamente, isso não significa que você só pode chegar em mulheres que já estão predispostas a te dar um sim, porém, acaba diminuindo as chances de rolar um fora. Então, se você está começando nesse ramo de “pegador já estão te dando bola.

“Mas pessoal, eu não consigo entender os sinais femininos, mulher é um bicho muito complicado!” Calma, meu nobre… no vídeo a seguir, você aprenderá um excelente truque para descobrir garotas interessadas em você na balada, sem nem ao menos precisar decifrar qualquer sinal!

O papo foi dado pelo coach de relacionamentos Marcel Kume, do canal Santo Papo, e é tiro e queda:

Caso nenhuma garota demonstre sinais de interesse, não perca a fé. Hora de caçar e ir atrás da presa!

Isole seu alvo

Tentar pegar uma mulher no meio das amigas dela não será tarefa fácil. Saiba afastar a escolhida da galerinha dela, porém, de modo discreto e inteligente, para uma conversa em particular.

O truque é cumprimentar a todos, mostrando a educação que você obviamente tem, soltar alguma piadinha leve aqui, um comentário sobre a balada ali, e já era! Cola na garota e chama ela para ir buscar uma bebida com você ou, direto ao ponto, chamar para um papo em particular. Se ela topar, vai com tudo!

Inicie a conversa com bom humor

Não é que você vá chegar contando a piada do “pavê e pacumê”, mas sim falando algo leve e funcional que surpreenda a garota.

Após trocar alguns olhares, chegará a hora de tomar uma iniciativa, correto? Nesse momento, vá até a garota e solte a seguinte frase: “Oi, tudo bom? Eu preciso te fazer uma pergunta: qual é o melhor assunto para iniciar a conversa com uma garota que eu estou interessado?”. Pronto, agora é só esperar a garota responder e repetir exatamente o que for dito por ela!

Ficou meio confuso? Para facilitar o entendimento da tática, deixamos a seguir o vídeo do canal Nerd Sedutor de onde a dica foi tirada. O trecho separado está justamente ilustrando a conversa:

Aproveite a pista de dança

DeNqCOlYLobB6AkNomO2AThGhuJC7UXQdM9YTsltGN1GNzdQ DdriURZCWama g33Z3NNHFRVz GJQKmy0Q7sDhWUQvnRfeKA Cpbhjg6lJH2vYaFS0L6rR2drvgpbieUeKY5iGK 3

Temos em mente que, se você está precisando de dicas para chegar em mulheres na noite, te falta certa desenvoltura social. Com isso, dançar em público muito provavelmente não será parte do seu leque de habilidades.

Porém, caso o problema não seja timidez, mas sim abordagens erradas, e você é um cara minimamente desenrolado em remexer o esqueleto, o tutorial será mais do que válido: 

  1. Chegue na pista e dance, porém de modo não extravagante.
  2. Enquanto isso, vá dando aquele check no local e mirando possíveis alvos.
  3. Se aproxime para a investida com um sorriso no rosto, “simpatia em pessoa”, dançando sem encostar na garota ou invadir o seu espaço.
  4. Caso o agrado no olhar seja recíproco e ela se junte a você na dança, ao menos virando para o seu lado, é um excelente sinal!
  5. Aproveite a proximidade para falar algo, dependendo do quão direto você é.

A via de mão dupla: ofereça drinks

Enquanto algumas mulheres acham brega ou até mesmo deselegante, vendo como “não preciso que alguém tente me bancar”, outras podem aceitar tanto por haver interesse em você, como também simplesmente para beber de graça.

Caso queira apostar na tática, existem duas opções: você mesmo chegar e oferecer, ou comprar, pedir para um garçom entregar e avisar que foi uma cortesia sua.

Mas afinal… o que falar para a gata?

agFoHlz213kwer3aTCu1fLHNzD9FPh1oGlQw1 YEfgrAWkaJ40XgHgCL8lpKB5yIX5cwpElUsnW1NoCDPqTs6P9nsgZ6mfCishlTq2GSApV01SiF3t Q44hTKkzNAzI21YGm0dw4 5

Sabe qual é o problema da grande maioria dos artigos e vídeos ensinando a pegar mulheres na balada? Eles não costumam te ensinar o que falar. E foi pensando justamente nisso que separamos algumas frases para você quebrar o gelo e trabalhar em cima. Saca só:

“Sou novo na cidade, ainda não tive tempo de conhecer bem a noite daqui. Será que você não poderia me indicar alguns outros locais para sair?”

“Qual a programação da noite? Ainda vão rolar outras bandas/DJs?”

“Acabei de pegar um drink horrível que sequer faço ideia do nome. Não rolaria você me indicar algo decente para beber?”

“Estava ali debatendo com uns amigos sobre quem mente mais: o homem ou a mulher. Porém não achei justo somente a opinião masculina. O que você acha sobre?”

“Vi você dançando e pensei ‘vou passar o resto da semana me remoendo por não ter ido falar com ela’… E aqui estou eu, garantindo a minha sanidade mental.”

Pronto! O pontapé inicial, que normalmente é o mais difícil, já foi. Agora é desenrolar a conversa e colocar em prática os outros truques aprendidos no decorrer do texto, afinal, a sua intenção não é simplesmente bater um papo ou fazer novas amizade.

Fuja das cantadas prontas

Cuidado para não ser o sem graça do rolê ou acabar soando machista com aquelas piadinhas manjadas. Seja criativo e surpreenda a garota. Garantir um sorrisinho logo após a sua primeira frase será meio caminho andado!

O que NÃO FAZER de modo algum

  • Puxar a garota pelo braço ou pegar no cabelo: vai por mim, elas detestam esse tipo de coisa.
  • Ser “engraçadão” impedindo a passagem: a garota tenta passar e você para na frente. Ela desvia, você se move junto, e por aí vai… Até quando? Isso não é engraçado, muito menos fará com que ela se sinta interessada em parar e conversar com você.
  • Tentar beijar a força: creio que nem necessita de explicação. É crime inclusive.
  • Ser egocêntrico: por natureza, as mulheres gostam de falar e ver interesse alheio no que está sendo dito. Use isso ao seu favor, e não contra, tagarelando sobre o que você é ou deixa de ser sem qualquer pergunta por parte dela.
  • Apelar para vulgaridade: cantadas de pedreiro, frases machistas ou comentários do tipo “gostosa” ou “eu comeria fácil” não são bem-vindos.
  • Pedir para um amigo te apresentar: você não é mais aquele adolescente que necessita de um amigo com o papo “ei, aquele meu mano ali ta pedindo para te conhecer”. Toma jeito de homem, rapá!
  • Esperar sentado: a menos que você seja um Brad Pitt da vida, o que não deve ser o caso, esqueça a história de ficar na sua esperando alguma garota chegar em você. Quem quer vai atrás, e foi você que saiu para caçar!
  • Encher o saco da garota que não te quer: Levou um não? Saia educadamente, assim como chegou, tanto por respeito, como também para que ela não repasse para as amigas o quão babaca você é.

Conclusão

Pronto para se dar bem no próximo rolê? Ficou bem claro que não há nenhum bicho de sete cabeças. Basta trabalhar sua auto estima, como já ensinamos, não ser babaca e ter coragem de meter a cara!

Quer mais? Separamos um vídeo do canal El Hombre com 5 ótimos conselhos para a balada. Confira e aproveite as dicas a seguir:

Ainda resta alguma dúvida, meu caro? Estamos aqui para te ajudar. Escreve aí nos comentários e vamos debater o assunto!

Compartilhe esse post:

Artigos relacionados:

Como encontrar mulheres para menáge (sexo a três): Guia para casais e solteiros
Transar com garota de programa é traição?
Guia definitivo para quem tem pênis pequeno – como fazer sexo e dar prazer para mulher!
Passo-a-passo de como chegar em mulheres no bar ou balada em 2020
Pedro Albuquerque
Pedro Albuquerque
Fundador do Paradise Girl e consumidor do mercado de garotas de programa a mais de 5 anos. Entrou nesta vida em São Paulo, nas melhores boates e sites do Brasil, e teve experiências no Rio de Janeiro, Campinas, Florianópolis e até mesmo em Santiago, no Chile. Estudou engenharia na UFSC, trabalhou em consultoria de negócios e agora se dedica ao empreendedorismo!

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *