6 passos para um oral perfeito – aprenda a fazer garganta profunda! [Sexóloga]

Oral, chupadinha, blowjob… independentemente de como é chamado, o “bola-gato” é amado igualmente por homens e mulheres. Seja usado como o protagonista do ato sexual ou apenas preliminar, quando bem feito, é impossível não chegar ao orgasmo!

Sem aquela coisa mecânica, para cumprir tabela, o boquete pode ser uma forma de surpreender seu parceiro. É um ato sexual que não requer momento ou posição específica, apenas desejo.

Mas será que você sabe fazer um boquete de respeito? Separamos algumas dicas a seguir para tornar a sua chupada inesquecível!

1. É preciso atitude

Se for para fazer um boquete com carinha de nojo ou sem vontade, é melhor escolher outra forma de prazer, pois a sua atitude e entusiasmo contribuem muito para a excitação do parceiro.

Seja espontânea, faça contato visual, expresse seu desejo em dar prazer. Haverá momentos que você pode não estar com tanta vontade, e é nessa hora que é preciso ativar o desejo. 

Para ativar o desejo em fazer o sexo oral, a melhor forma é relembrar algum momento já vivido, que tenha sido uma delícia. Assim você fará um sexo oral com bastante vontade, e o homem vai perceber.

5burkI96ewiXV6jWwCFFAJrrh cxgl2PSITXMNyf8VTuRCIPea4Jn1 2DvQM Trw2ON6uvhXlSPKxKyhCXfvTC8PCwsVmxxRhD IdiqmYiQ8t2syLwYLTF36gyM7KvN0RJkvORk 1

2. Crie expectativas, faça aquele suspense

Cair de boca é bom, mas dar uma provocadinha antes pode deixar tudo ainda melhor. Há muita pele para ser explorada (e beijada, chupada, mordiscada…)!

A parte interna das coxas, o saco e o períneo são zonas erógenas também. Vá devagar, sem pressa, deixando seu parceiro mais louco a cada toque. 

3. Foco na glande

Se tem uma parte do corpo masculino que se assemelha ao clitóris, essa parte é a glande (a popular cabeça). Só para você ter ideia do prazer que pode gerar, são mais ou menos quatro mil terminações nervosas. 

Capriche nas chupadas e passadas de língua, isso o levará às alturas!

4. As mãos são importantes, então use-as

Não deixe o resto do pênis sem estímulos. Da mesma forma que gostamos que o homem nos toque nos seios ou outras partes enquanto recebemos oral, também devemos usar nossas mãos para explorar as partes do corpo masculino.

Enquanto se dedica à glande (cabeça do pênis) com a boca, mova as mãos para cima e para baixo no corpo do pênis, masturbando, acariciando as bolas e a área ao redor do pênis. Explore!

Mãos firmes, mas sem exageros

Uma vez ou outra, forme um anel na base do pênis e segure por no máximo 20 minutos. A idéia é simular um anel peniano. Essa retenção do sangue deixa as terminações nervosas mais sensíveis, aumentando todas as sensações que você provocar.

5. O plus da garganta profunda

Na prática, você coloca todo o pênis na boca, até chegar na garganta. Os homens vão ao céu! Essa dica pode ser a mais complicada de realizar desta lista e requerer um pouco de treino para evitar o impulso de regurgitar. 

Vale treinar com um vibrador ou com o próprio parceiro, cada vez um pouquinho mais fundo. Logo, logo você dominará essa arte!

Abaixo você pode conferir o vídeo que fiz pro meu canal ensinando melhor como realizar esta técnica.

6. Passe no sex shop antes da brincadeira

Na Mala Secreta, as opções para deixar o boquete ainda mais gostoso são inúmeras: géis beijáveis de diversos sabores, lubrificantes que esquentam e esfriam, anéis penianos, colares de pérola para massagem.

Qualquer produto que venha a quebrar a rotina e trazer algo de diferente para a experiência, será uma excelente maneira de surpreender o homem.

Um bom oral garante o prazer de ambos

O sexo oral é uma das maneiras mais eficazes de sentir prazer, e tem que ser bem feito. Sugira um 69 também, afinal, o melhor prazer é aquele que é compartilhado! Se entregue e curta o momento!

Espero que você aproveite as dicas e as coloque em prática logo. Ah, e se ainda restar alguma dúvida, marque uma conversa comigo, vai ser um prazer compartilhar tudo o que sei!

Um beijo e até a próxima!

Compartilhe esse post:

Artigos relacionados:

Ejaculação precoce, rápida ou prematura: entenda por que ocorre e como evitar
6 passos para um oral perfeito – aprenda a fazer garganta profunda! [Sexóloga]
Kelly Correa
Kelly Correa
Kelly Correa é Sexóloga, além de possuir formação em Artes Sensuais, Pompoarismo, Consultora em saúde e educação sexual, Analista Comportamental, Master Coach e PNL Practitioner. Ministra cursos, workshops e palestras desde 2005 por todo o Brasil e internacionalmente.

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *